News

12/08
2005

Mais de 80 empresas vão buscar mercado no Iraque

Empresas brasileiras de diversos segmentos produtivos estão prontas para a participação na mostra de negócios ?Brasil na Reconstrução da Iraque?, a ser realizada nos dias 13 e 14 de setembro na Jordânia. Os organizadores, a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Iraque e Apex-Brasil - Agência de Promoção de Exportações e Investimentos, comemoram a adesão de cerca de 80 companhias nacionais interessadas em investir nas exportações para os chamados ?mercados não tradicionais?, como o Iraque e os paises árabes do entorno.
12/08
2005

Aumento da importação de autopeças preocupa os fabricantes nacionais

As importações de autopeças aumentaram 32% no primeiro sesmetre, acompanhando o ritmo das exportações, que cresceram em igual proporção. Foram adquiridos de outros países US$ 3,44 bilhões em componentes para carros. As montadoras responderam por 63,2% das compras, as fábricas nacionais por 21,3% e as empresas de trading por 15,5%. As exportações somam US$ 3,54 bilhões, garantindo ao setor superávit de US$ 100 milhões.
11/08
2005

Zona Franca quer garantir importação

O Cieam - Centro das Indústrias do Estado do Amazonas, irá entrar com ação judicial para garantir a seus 187 associados instalados na Zona Franca de Manaus o desembaraço de mercadorias importadas e exportadas. As indústrias da Zona Franca alegam que estão preocupadas com a lenta liberação de mercadorias em razão da paralisação dos técnicos da Receita Federal. Segundo indústrias de Manaus, a greve pode afetar o nível de estoques de insumos e paralisar a produção.
11/08
2005

Bancos apostam em cotação de R$ 2,50 em dezembro

Com exportações em alta e a entrada de investidores internacionais atraídos pelos altos juros pagos no Brasil, a cotação do dólar chegou ontem a seu nível mais baixo dos últimos 40 meses: R$ 2,28. O valor representa uma queda de 0,65% em relação ao dia anterior. Durante o dia, a moeda chegou a ser negociada a R$ 2,269, subindo ligeiramente depois que os bancos aproveitaram o preço baixo para comprar moeda. Mas a perspectiva dos bancos é de que o dólar mantenha a queda. Para efeito de comparação, na sondagem realizada em julho os bancos apostavam numa cotação de R$ 2,58 para o dólar ao fim do ano.
11/08
2005

Argentina agora reclama da invasão de toalhas

A invasão de produtos brasileiros acaba de entrar nos banheiros das residências argentinas. Depois da avalanche de geladeiras, fogões, máquinas de lavar roupa, televisores, calçados, peças de vestuário e até autopeças brasileiras, atualmente, a maioria dos habitantes da Argentina seca as mãos e corpos com toalhas Made in Brazil. Reunidos na Câmara de Produtores de Toalhas, os fabricantes argentinos acusaram os empresários brasileiros de querer dominar o mercado.