News

20/10
2005

Resgate da Medida do Bem fica mais difícil

A falta de acordo entre governo e oposição já ameaça os planos do Executivo de resgatar o conteúdo da Medida Provisória 252 ? a MP do Bem ? por meio da inclusão de seus benefícios na MP 255, que espera por votação no Senado. Os líderes dos partidos na Casa Legislativa fracassaram em uma nova tentativa de acordo para definir os pontos da MP do Bem serão incorporados pelo parecer do senador Amir Lando (PMDB-RO) na MP 255. O texto só deve ser levado à voto no Senado na terça-feira da próxima semana.
20/10
2005

Infra-estrutura tem 74% a mais em investimento

Projetos espalhados pelo Brasil receberam US$ 32,7 bilhões de janeiro a agosto deste ano, revela estudo. O valor dos projetos de investimentos em infra-estrutura no Brasil, anunciados no período de janeiro a agosto de 2005, atingiu US$ 32,77 bilhões, 74,7% acima do total registrado em igual período do ano anterior, de US$ 18,76 bilhões. O levantamento foi feito pela consultoria Deloitte. Foram pesquisados quatro setores: telecomunicações, transporte e logística, petróleo e gás e energia.
19/10
2005

Greve na Receita pode afetar vendas de Natal

Os técnicos da Receita Federal completam hoje um mês de sua segunda paralisação este ano, o que já provoca bloqueios na liberação de produtos importados. Empresários prevêem que a continuidade da greve pode prejudicar os estoques de Natal, que desembarcam sempre nesta época do ano. Segundo a diretora-geral da gigante francesa LVMH, Evelyse Britto, mais duas semanas sem a Receita resultarão em escassez de perfumes e cosméticos. O problema ameaça também o ingresso de produtos natalinos tradicionais, como enfeites, bebidas e alimentos típicos para as festas. Produtos essenciais, como remédios, perecíveis e inflamáveis, estão sendo liberados com prioridade nas fronteiras, portos e aeroportos do País. Entre os processos paralisados, estão despachos de importação e exportação, procedimentos de identificação de carga e solicitações de alteração de dados.
19/10
2005

Pequenas empresas deixam de exportar

Uma parcela expressiva dos exportadores brasileiros são pequenas e médias empresas. De janeiro a agosto, as 6.199 companhias que exportaram menos de US$ 60 mil representavam 38,7% dos exportadores do país. Mas o fato de algumas dessas companhias desistirem do comércio exterior tem impacto reduzido para a balança comercial brasileira. Esses exportadores representaram apenas 0,16% dos US$ 76,08 bilhões embarcados pelo Brasil ao exterior nos primeiros oito meses do ano. É por isso que, apesar da desistência de algumas pequenas e médias empresas, o desempenho da balança comercial continua muito positivo. De janeiro a setembro, os embarques do país cresciam 23,4%, para US$ 86,72 bilhões. O governo prevê encerrar o ano com exportações de US$ 117 bilhões. Graças ao desempenho expressivo da balança, está aumentando o número de grandes exportadores brasileiros. E, com a desistência dos pequenos, também é maior a concentração dos embarques. De janeiro a agosto, 121 companhias do país exportaram mais de US$ 100 milhões. Essas empresas representaram 0,76% do total de exportadores e 60,27% da receita obtida. Em igual período de 2004, 98 empresas conseguiram exportar mais de US$ 100 milhões, equivalendo a 0,6% do total de exportadores e 55,72% do valor embarcado.
19/10
2005

Lula diz a empresários que PIB vai crescer 4%

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, aumentou a estimativa de crescimento da economia brasileira para este ano. Em discurso a empresários russos e brasileiros, em Moscou, ele previu expansão de 4% do PIB, acima da estimativa oficial de 3,5%. Pouco depois, em entrevista, o presidente disse que "ennhuma provocação, por maior que seja, vai tirá-lo do sério" e que manterá o rumo que seu governo estabeleceu para a economia brasileira.