News

17/05
2005

Crescem sinais do câmbio fraco na balança de maio

Os importadores reagiram mais rapidamente que os exportadores ao efeito da persistente valorização do real em relação ao dólar: na segunda semana de maio, pela terceira semana consecutiva, as importações ultrapassaram US$ 290 milhões diários, em média. Com os resultados da semana passada, as importações de maio estão, em média, 31,4% acima da média do mesmo mês do ano passado, e 13,5% maiores do que a média de abril. A média de importações na segunda semana de maio, de US$ 310 milhões, é a mais alta do ano. As exportações permanecem vigorosas, em US$ 441,5 milhões nas duas primeiras semanas de maio, quase 17% além da média de maio de 2004, mas 4% abaixo da média de abril.
17/05
2005

Bens de capital devem ter benefício fiscal

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci Filho, disse em Ribeirão Preto-SP que o governo deve anunciar nas próximas semanas medidas que visam desonerar bens de capital. "Talvez já nas próximas semanas, assim que o presidente [Lula] olhar as medidas que estão sendo preparadas, o governo deve anunciar novas medidas no sentido de aprofundar a desoneração do investimento no Brasil." Embora não tenha detalhado as medidas, o governo vem estudando a antecipação da isenção de IPI - Imposto sobre Produtos Industrializados para a compra de máquinas e equipamentos.
17/05
2005

Brasil abre centro de distribuição em Miami

O ministro Luiz Fernando Furlan (Desenvolvimento) inaugurou ontem o primeiro Centro de Distribuição de Produtos Brasileiros no Exterior (CDs), com o objetivo de facilitar a entrada de produtos de pequenas e médias empresas brasileiros no mercado americano. O plano é abrir centros semelhantes em outros cinco países até 2006.Instalado no Miami Free Zone, um entreposto de mercadorias, o CD atenderá inicialmente 92 empresas, com outras 180 que já demonstraram interesse.
16/05
2005

Superávit comercial acumulado no ano soma US$ 13,587 bilhões

A balança comercial acumula no ano, até o dia 15 de maio, superávit de US$ 13,587 bilhões. No período, as exportações somam US$ 38,068 bilhões e as importações, US$ 24,481 bilhões. Na primeira semana de maio, o saldo foi positivo em US$ 728 milhões e, na segunda, em US$ 665 milhões.
16/05
2005

Países árabes querem viabilizar a compra de alimentos brasileiros

O setor alimentício brasileiro foi o destaque nos dois dias de rodadas de negócios realizados pela Câmara de Comércio Árabe Brasileira, em São Paulo SP, na semana passada. "Os árabes não tinham noção do potencial do empresariado brasileiro. A valorização do euro também é um motivo para ele optarem por mercados alternativos", afirmou o presidente da Câmara, Antonio Sarkis Júnior. Os negócios, porém, podem perder força pela falta de condições da logística brasileira no transporte marítimo. "A longa espera pela chegada do produto e o custo do frete podem atrapalhar", lamenta.