News

27/03
2006

Alíquotas tiram o sono das empresas

Empresários decidiram aumentar a pressão contra proposta em estudo no Ministério da Fazenda de redução de tarifas de importação de produtos industrializados. Em conversas recentes com integrantes do primeiro escalão do governo, têm demonstrado insatisfação com a possibilidade de o país sofrer uma invasão de importados, que prejudicaria a indústria nacional. Reuniões até com o presidente da República têm servido de arena para a defesa da retirada do tema da mesa de negociação. Na segunda semana de março, técnicos do Ministério da Fazenda apresentaram a empresários supostas vantagens da liberalização das importações. O Brasil teria um salto de competitividade com a entrada facilitada, no mercado nacional, de produtos estrangeiros. O corte das alíquotas poderia ainda ajudar as negociações para derrubada de barreiras a produtos brasileiros no exterior, ao dar condições ao país de reclamar alíquotas mais baixas em mercados como Estados Unidos e Europa e até mesmo nas negociações da Rodada Doha. Outro benefício seria o aumento das importações, que reduziria o superávit comercial e favoreceria a desvalorização do real.
27/03
2006

Boletim da Greve da ANVISA

Rio de Janeiro .....Paralisação Total Santos..................Paralisação Total Guarulhos.............Paralisação Total São Paulo.............Paralisação Total Campinas.............Paralisação Total
24/03
2006

Ameaça de nova greve

Fiscais federais agropecuários lotados em Mato Grosso não descartam a possibilidade de uma nova paralisação a partir da segunda quinzena de abril. A decisão estadual segue a tendência da Associação Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (Anffa). Depois de adiar o início da paralisação, marcada para o último dia 6, a categoria agendou uma plenária para os dias 17 e 18 em Brasília, onde será avaliada a retomada da greve.
24/03
2006

Boletim da Greve da ANVISA

Rio de Janeiro .....Paralisação Total Santos..................Paralisação Total Guarulhos.............Paralisação Total São Paulo.............Paralisação Total Campinas.............Paralisação Total Produtos passíveis de liberação: 1- Medicamentos Biológicos e Hemoderivados. 2- Células, Tecidos e órgãos para fins terapêuticos. 3- Produtos que exijam temperatura de armazenamento inferior a ? 20ºC. 4- Produtos com prazo de validade curto. 5- Produtos específicos para programas de Saúde Pública/SUS. 6- Medicamentos para Pessoa Física 7- Pesquisa Clínica.
23/03
2006

Estratégia ajuda a exportar melhor

A conquista do mercado externo, antes privilégio apenas de grandes companhias, tem se tornado a realidade de empresas de menor porte. Tanto que, de acordo com os dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), só no mês de janeiro, 1.296 empreendimentos realizaram vendas ao exterior de até US$ 10 mil - valor que geralmente envolve empresas de pequeno porte. Para o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP), os benefícios de se "desmistificar" o comércio exterior tem levado as empresas a agregar tecnologia aos seus produtos. Trata-se de uma conseqüência natural da necessidade de se atender às exigências do consumidor internacional.